Faculdade Arquidiocesana de Mariana

O desenvolvimento da Pesquisa na FAM prioriza projetos de pesquisa que alinhem-se à sua vocação e missão. O zelo dedicado à Pesquisa não é menor que a atenção ao Ensino, nesse sentido, os Projetos de Pesquisa apresentados e desenvolvidos pelos membros dos Corpos Docente e Discente revelam o interesse e o empenho dos profissionais que compõem essa instituição. Entre os Projetos de Pesquisa em curso, destacam-se os seguintes:

1.       Dizer o testemunho – proposto pelos Profs. Ms. José Carlos dos Santos e Lúcio Álvaro Marques, o projeto foi desenvolvido na primeira fase entre 2011 e 2013. O projeto objetiva estudar, organizar e publicar os 1129 artigos publicados por Dom Luciano Mendes no Jornal Folha de São Paulo entre 1984 e 2006. O resultado da primeira fase do projeto foi a publicação da obra Dizer o testemunho, volume I (São Paulo: Paulinas, 2013). A segunda fase do projeto está adiantada e em breve espera-se a publicação do segundo volume da obra. Atualmente o projeto encontra-se na segunda fase em trabalho de conclusão de edição do segundo volume da Dizer o testemunho a cargo dos Profs. Ms. Edmar José da Silva e Edvaldo Antônio de Melo.

2.       Moventes Ideológicos coordenado pelo Prof. Ms. Robson Adriano Fonseca Dias Silva, o projeto pesquisa os fundamentos filosóficos e teológicos norteadores do ensino no Seminário de Mariana desde 1750. Atualmente, encontra-se em fase de reestruturação em vistas de aprimorar a pesquisa e desenvolver novas frentes de trabalho mediante um rigoroso levantamento bibliográfico. Sugere-se incluir um levantamento bibliográfico da Biblioteca dos Bispos e da Cúria de Marianense.

3.       Núcleo de Estudos de Filosofia Contemporânea (NEFIC) – projeto coordenado pelo Prof. Ms. Maurício de Assis Reis focado no estudo da filosofia nos séculos XX-XXI atuando, principalmente, com os temas da Teoria Crítica e Estética.

Scholastica Colonialis Brasiliensis – apresentado pelo Prof. Dr. Lúcio Álvaro Marques, o projeto analisa os manuscritos brasileiros dos séculos XVI e XVIII. Essa pesquisa estrutura-se em três fases: (i) transcrição dos manuscritos, (ii) edição dos textos e (iii) tradução, comentário e publicação dos manuscritos colecionados na pesquisa pós-doutoral durante o ano de 2015 na Universidade do Porto pelo mesmo Professor.